Blog Archives

António Zuzarte

Arco Íris de Mandela

1
15 de Fevereiro de 2017

No arco íris de Mandela… Foi em Fevereiro de 2009, na cidade do Cabo, lá na longínqua África do Sul, que tirei esta foto…minha mulher com duas empregadas no Restaurante City Grill – Steak House, na Marina da cidade, após um magnifico jantar. O apartheid já não existia e, só assim, este momento foi conseguido…este […]


Dias de São Pedro

0
1 de Fevereiro de 2017

Há dias da nossa vida que ficam, para sempre, na nossa memória… o dia 29 de Junho, dia de São Pedro, reúne muitas efemérides que jamais esqueço. Desde a minha infância este dia está presente com acontecimentos que ainda estão muito vivos no meu rol de recordações… O mais antigo que recordo, para aí com […]


O Outono Partiu

0
4 de Janeiro de 2017

O Outono partiu… Uma folha seca caída no chão, como uma mão aberta, com os seus cinco dedos, é a marca de um Outono que ainda agora acabou…mas muitas mais folhas caem todos os dias da nossa Vida…tantas mãos abertas pedindo uma esmola, o pão para comer, a roupa para se vestirem, um carinho, uma […]


Crónica Diferente

0
1 de Dezembro de 2016

Uma crónica diferente… É neste mês que se comemora o dia de Natal e, lembrando a tradição, vou pôr estes sapatinhos junto à lareira para receber os presentes nesta noite em que se trocam prendas, algumas prendas raras, como a Solidariedade, a Partilha, o Amor, neste mundo, mais complicado, com os Homens virando as costas […]


Relembrar uma Data

0
18 de Novembro de 2016

Relembrar uma data… Naquela noite de 21 de Novembro de 2009 o relvado do Estádio do Restelo foi palco de um encontro de futebol, para a Taça de Portugal, entre o Sporting Clube de Portugal e o Grupo Desportivo dos Pescadores da Costa de Caparica… Desloquei-me para assistir a este jogo, onde obtive esta foto, […]


Rosa Vermelha

0
2 de Novembro de 2016

Encontrei uma rosa Rosa vermelha Caída no chão Já meio murcha e desfolhada Quis ajudá-la Mas ao pegar-lhe Os seus espinhos Duros e aguçados Deixaram a minha mão a sangrar… Como não pude pegá-la Deixei cair sobre ela As lágrimas Que saíram dos meus olhos Que começaram a chorar…


Caminhante

1
20 de Outubro de 2016

Estava neste fim de semana no meu Alentejo…Na praça de República, sala de visitas da vila de Monforte, chegavam cerca de sessenta caminhantes espanhóis, que tinham completado um dos percursos que existem no concelho, com 14 quilómetros, quando apareceu no local um outro caminhante, extra programa, cujo percurso já dura há 12 anos, pelos caminhos […]


AGENDA

Loading...

GANDAIA NO EMAIL

Para receber no seu email o nosso BOLETIM SEMANAL só tem que introduzir aqui o seu endereço eletrónico...