Diversidade Biológica

By  | 19 Abril, 2017 | 0 Comments | Filed under: António Zuzarte, OPINIÃO

Biodiversidade…

Na Costa da Caparica, em plena cidade ou junto às nossas praias, ainda é possível obter imagens como esta. Uma imagem conseguida junto às praias de S. João, em 27 de Maio de 2014, numa tarde de sol, onde a Natureza nos mostra toda a sua beleza.

Uma flor com dois insectos de duas espécies diferentes. A flor é um malmequer, também conhecido por pampilho, o Chrysanthemum coronarium L., relativamente vulgar por estas terras onde o mar começa. É uma planta anual, que vive nos baldios urbanos, nas bermas dos caminhos e campos agrícolas cultivados e incultos.

Os dois insectos, que a visitam, procurando o seu polén, são dois Coleópteros, de duas famílias distintas, e por conseguinte duas espécies diferentes. O de élitros negros é muito vulgar na nossa fauna. Pertence à família Alleculidae e é o Heliotaurus ruficollis. O de élitros castanhos é menos vulgar que o anterior e pertence à família Cerambycidae e é a Pseudovadonia livida (Fab).

Neste momento fotográfico juntámos três novas espécies para a biodiversidade: uma planta e dois insectos que devemos conhecer, para melhor amar e proteger, neste Mundo que tantos tentam destruir.

António José Zuzarte, Costa da Caparica, 17 de Abril de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

AGENDA

Loading...