Arte Xávega

By  | 1 Junho, 2017 | 0 Comments | Filed under: A Região, Arte-Xávega, Notícias

No passado dia 26 de maio, a proposta do Governo português de abrir exceções para a arte xávega foi aceite por Bruxelas.

Após negociações com a Comissão Europeia, Portugal conseguiu uma exceção para os pescadores que utilizam a arte xávega, que passam a poder comercializar o pescado do primeiro lance (a primeira ida ao mar), mesmo que o peixe tenha um tamanho inferior ao mínimo de referência de 12 centímetros das regras comunitárias (os chamados de “jaquinzinhos”).

Se o barco voltar ao mar uma segunda vez (segundo lance) e 20 por cento dos carapaus tiverem o tamanho abaixo do permitido, então a venda já não será permitida.

Em declarações à agência Lusa, a deputada socialista Rosa Albernaz disse que “desde 1994 que trava incessantemente, no parlamento, esta luta pela introdução de exceções à arte xávega, que não se pode comparar com a pesca normal de alto mar, que tem fins puramente económicos e consequências ambientais”.

“Este passo dado pelo Governo vai ser importante para comunidades de pescadores de Espinho, Esmoriz, Ovar, Cortegaça, costa do distrito de Leiria, Sesimbra e Costa da Caparica. Finalmente, confio que vão existir melhorias”, declarou a deputada do PS eleita pelo círculo eleitoral de Aveiro.

About 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


AGENDA

Loading...

Pin It on Pinterest