Inquérito ao Acidente

By  | 24 Janeiro, 2018 | 0 Comments | Filed under: Notícias

A TAP Air Portugal estará a atrasar o inquérito das autoridades sobre o acidente de avioneta na praia de São João da Caparica, que causou duas mortes, no verão passado. O “Correio da Manhã” cita fontes policiais para noticiar que a companhia aérea portuguesa não responde aos pedidos de esclarecimento da Polícia Judiciária (PJ) de Setúbal.

A PJ enviou o último pedido de informação e colaboração há cerca de uma semana por falta de resposta da primeira, conta o CM. As autoridades pretendem especificar as circunstâncias em que o piloto Carlos Conde de Almeida, envolvido no acidente, foi despedido da TAP, nos anos 90.

incidente ocorreu a 2 de agosto de 2017 e, de acordo com a informação disponibiliza pela Proteção Civil na altura, foram mobilizados 30 operacionais e 13 veículos. Para o local foram os Bombeiros de Cacilha e Trafaria, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação de Almada e elementos da Polícia Marítima, depois de um alerta recebido às 16h51.

Segundo a descrição consta de uma nota informativa do acidente do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários, consultada pela agência Lusa, o instrutor “efetuou várias tentativas de arranque do motor” até à aterragem de emergência, mas “sem sucesso”.

About 

Jornal da Associação Gandaia

http://gandaia.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


CALENDÁRIO DO

AGENDA

Loading...

Subscreva aqui o Boletim do Notícias da Gandaia

Receba semanalmente no seu email um resumo das novas notícias publicadas no nosso jornal. Basta inserir o seu

Pin It on Pinterest