Beleza Rastejante

By  | 11 Abril, 2018 | 0 Comments | Filed under: António Zuzarte, OPINIÃO

Mais uma espécie animal que vive nestas terras perto do mar. A foto que ilustra este pequeno texto foi obtida em Outubro de 2010, na herdade da Aroeira, e é de um réptil, uma linda cobra, Coronella girondica (Daudin, 1803), conhecida pelo nome vulgar de Cobra lisa bordalesa. O seu comprimento atinge só os 70 centimetros. Encontra-se distribuída por todo o país e já foi indicada para o concelho de Almada. É uma espécie da região mediterrânica ocidental e do noroeste de África. A sua coloração pode variar de região para região e tem uma actividade crepuscular e nocturna.

Não estão identificadas ameaças para esta cobra a não ser a destruição dos seus habitats preferidos. Tem uma dieta bastante estrita e selectiva, alimenta-se de lagartos, osgas, fura-pastos e pequenas cobras. É pacífica, e defende-se libertando pela cloaca uma substância de cheiro desagradável, que afasta os seus inimigos: aves de rapina, javalis e mamíferos selvagens, que são os seus predadores naturais. Só o Homem, mal informado, teima sempre em não compreender, que por ser réptil, não deve ser morto.

Está activa de Março a Outubro, entrando depois em hibernação.

A Natureza agradece que a saibamos admirar, fotografar e deixar seguir na sua vida selvagem, serpenteando, nos campos com a sua beleza rastejante.

 

António José Zuzarte, Costa da Caparica, 8 de Abril de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


CALENDÁRIO DO

AGENDA

Loading...

Subscreva aqui o Boletim do Notícias da Gandaia

Receba semanalmente no seu email um resumo das novas notícias publicadas no nosso jornal. Basta inserir o seu

Pin It on Pinterest