Acabar a Discriminação

Bem sei que há mudança. Alguma. Mas mesmo assim…

Foi esta semana, logo tudo na mesma semana. É dose!

Primeiro a notícia do espetáculo “Almada celebra o Dia Internacional da Mulher”, descrito no site da Câmara Municipal de Almada (clique aqui para ver) como “espetáculo comemorativo com a fadista Raquel Tavares” e depois, preto no branco: “entrada é gratuita para os munícipes recenseados nas freguesias de Almada, Cova da Piedade, Pragal e Cacilhas”. Até li três vezes. Mas afinal… Haverá subsídio camarário para este evento? É que se existe a coisa é bem feia… Que ideia esta, de discriminar umas freguesias em relação a outras!

Mas não chega. Aindanas comemorações do Dia da Mulher, num dos cartazes pode ler-se: Ser

Ora, como se não bastasse, logo numa assentada, a notícia que o Museu da Cidade está a preparar uma exposição sobre o desenvolvimento balnear e turístico da Trafaria e da Costa da Caparica. Caramba.

O Museu da Cidade? Qual cidade? Será que não se assume que já há duas? Porque não se chama Museu de Almada, do Concelho, enfim, qualquer coisa que não incentive a visão de que todo o investimento vai para Almada. Qualquer coisa que sossegasse o pessoal da Frente Atlântica do Concelho, que não têm piscinas, os munícipes da Costa da CAparica porque nem sequer uma Biblioteca têm…

A exposição até pode ser interessante. Mas está prevista que visite as freguesias da Trafaria e da Costa da Caparica? Uma vez que a Câmara decidiu fechar a Galeria de Exposições da Costa e cedê-la a uma empresa privada para servir de escritório, não vai ser fácil. Esta decisão incompreensível de retirar um equipamento cultural tão central como aquele, para um fim tão incompreensível – pois qualquer sítio poderia servir para este efeito – tem um impacto que, neste caso, começa a ser evidente.

Os caparicanos bem sentem a ausência de equipamentos culturais, mas como se não bastassem os que não são construidos, agora já há também os que foram destruidos – saldo negativo: Galeria de Exposições.

 

Notícias da Gandaia

Jornal da Associação Gandaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest