Clube de Leitura atrai novos aderentes

“Se Numa Noite de Inverno Um Viajante”, é a obra proposta para o próximo encontro. 

 

 Com a chegada das noites frescas e chuvosas do Outono, as reuniões do Clube de Leitura da Gandaia transitaram da esplanada do Centro de Lazer de S. João da Caparica

para o interior do edifício que proporciona calor e aconchego.

Assim foi no último encontro do grupo. Juntaram-se as mesas de maneira a formarem um quadrado e todos se sentaram à volta, desta vez para analisar e discutir “A Casa de Papel”, de Carlos Maria Domínguez.

Após uma breve apresentação do autor e da obra em causa, feita pelo Nuno Bernardo com o rigor e erudição a que nos habituou, o debate foi animadíssimo. E havia fortes razões para isso acontecer. O livro conta uma história interessantíssima, num estilo depurado, transparente e directo, cuja leitura empolgou todos os elementos do grupo.

Até a Arminda, a nova aderente do Clube de Leitura, que por ser a primeira vez que participava num destes encontros não tinha lido a obra, participou com entusiasmo no debate.

Até porque, como se sabe, estas conversas, desdobram-se, ramificam-se estendem-se a outros campos e convocam outros autores e outras leituras.

O grupo dispersou já próximo da meia-noite, após ter elegido “Se numa Noite de Inverno um Viajante”, de Italo Calvino, como tema do próximo debate que se realizará no dia 30 de Outubro, às 21:00h, no Centro de Lazer de S. João. O encontro é aberto à participação de toda a gente. É só aparecerem, mesmo que não tenham lido o livro, na certeza que terão uma noite agradável, onde poderão ouvir e dizer o que quiserem, um pouco como nos serões de antigamente, quando não havia televisões a intoxicar as mentes com telenovelas e programas escandalosamente imbecis.

One thought on “Clube de Leitura atrai novos aderentes

  • 23 de Outubro, 2012 at 23:51
    Permalink

    Carlos Maria Dominguez brinda-nos na sua A Casa de Papel com uma escrita fluida e transparente que em poucas palavras faz uma reflexão profunda sobre a vida e a morte e todas as metamorfoses pelas quais passamos durante essa viagem.
    Só no final do livro conseguimos descortinar o seu verdadeiro alcance.
    No decorrer de uma entrevista, que nos transporta para o mundo dos livros, vamos entrando na vida de um coleccionador/leitor compulsivo e através dela revemos aspectos importantes que caracterizam a personalidade dos homens e a sua fragilidade frente ao impiedoso transcorrer do tempo.
    Faz uma análise profunda da importância da leitura na constituição da personalidade e indirectamente desta, personalidade, na escolha literária.
    Fala-nos do peso do saber/passado, da dificuldade em organizá-lo/focalizá-lo, dos perigos/paixões a que este (e estes livros) nos pode conduzir…
    Várias relações são abordadas num verdadeiro exercício de reflexão para os leitores: Viver com os livros/Viver para os livros/Viver sem os livros/Amar com os livros/Amar os livros/Morrer pelos livros/Morrer com os livros.
    Que tal ler o livro e/ou o próximo livro ou nenhum livro e encontrar-se connosco no próximo encontro do Clube?

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest