COSTAPOLIS: Câmara acusa governo de liquidar crescimento

MariaEmiliaA Câmara Municipal de Almada divulgou o seguinte comunicado que publicamos na íntegra:

Polis da Costa da Caparica com certidão de óbito imposta pelo Governo PSD/CDS
No dia seguinte à “Estratégia para o crescimento…” anunciada pelo Governo/Ministro da Economia

O Governo PSD/CDS abandonou a Costa da Caparica. Abandonou o seu potencial de desenvolvimento económico e ambiental. Abandonou as populações que lhe têm dado o seu voto.
O Governo PSD/CDS acaba de ditar uma certidão de óbito ao Polis da Costa da Caparica, impondo hoje, na Assembleia Geral da Sociedade Costapolis a liquidação desta Sociedade até Junho de 2014. Isto sem atender às múltiplas propostas do acionista Município, minoritário no capital social que, através das suas decisões na Assembleia Municipal, se pronunciou repetidamente e desde há vários anos para que fosse assegurada a concretização integral do Plano Estratégico de Desenvolvimento da Costa da Caparica, contratualizado com o Governo da República e objecto da Sociedade.

É da maior hipocrisia, por parte do PSD, ter tido a iniciativa de promoção da Costa da Caparica de vila a cidade e nada fazer agora, enquanto Governo, detentor das competências, de quase todo o património e jurisdição nesta freguesia do concelho de Almada, para que a designada cidade da Costa da Caparica não fique apenas no papel. Há que ter respeito pelas populações!

É da maior hipocrisia, por parte do PSD e do CDS que, no âmbito da conhecida “lei de extinção de freguesias”, relativamente às 11 freguesias do concelho de Almada, a única que, por decisão daqueles partidos permanece com os mesmos limites e não foi agregada, é a freguesia da Costa da Caparica, de maioria PSD e, de seguida, abandone os agentes económicos, sociais e culturais e as populações, liquidando as suas aspirações, direitos e interesses, ao impor hoje a certidão de óbito ao Polis da Costa da Caparica, contra a vontade democraticamente expressa pela Assembleia
Municipal em múltiplas posições sucessivamente transmitidas ao Sr. Primeiro‐Ministro.

Na Assembleia Geral da Sociedade Costapolis votámos contra o abandono das populações, dos agentes económicos, sociais e culturais por parte do acionista Estado, o Governo do PSD/CDS.
Votámos contra o abandono da Costa da Caparica, renovando, perante o Governo português, a proposta de continuidade da sociedade Costapolis, para que seja assegurada a concretização integral do Plano Estratégico do Programa Polis na Costa da Caparica.

É verdadeiramente irónico que, no dia seguinte ao anúncio, por parte do Governo, através do Sr. Ministro da Economia, de uma chamada “Estratégia para o crescimento, emprego e fomento industrial”, o mesmo Governo imponha agora a liquidação de um projeto estratégico de grande interesse para a região e para o país, gerador de crescimento e emprego, nomeadamente no sector do turismo.

Será que alguém anda distraído?
Será que a “estratégia” é só do Ministro da Economia?

Almada, 24 de Abril de 2013

A Presidente da Câmara Municipal de Almada
Maria Emília de Sousa

Notícias da Gandaia

Jornal da Associação Gandaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest