Cova da Piedade exige pagamento

O Cova da Piedade vai exigir à SAD o pagamento integral da dívida relativa à utilização do seu estádio para utilizá-lo na Liga 3 de futebol, após decisão unânime da Assembleia Geral.

Mais de 80 associados ouviram o presidente do clube, Paulo Veiga, confirmar que tem conhecimento da intenção da SAD de mudar-se para as instalações do Atlético da Malveira, no distrito de Lisboa, algo que, no entendimento dos piedenses, não deverá ser aprovado pela Federação Portuguesa de Futebol.

O presidente do clube de Almada solicitou o apoio dos sócios presentes para exigir a cobrança total da dívida relativa à utilização do estádio Municipal José Martins Vieira, que, adiantou, ascende a mais de 120 mil euros, distribuídos pelas últimas duas temporadas.

A Clube Desportivo Cova da Piedade – Futebol SAD falhou, em maio e junho, os prazos de inscrição na II Liga de futebol e na Liga Revelação (sub-23), respetivamente, o que levou as entidades organizadoras das competições a rejeitar os processos de inscrição.

Entretanto, o Conselho de Justiça da FPF revogou a decisão da Comissão de Licenciamento e aceitou a inscrição do clube na Liga Revelação, mas sobre o processo relativo à inscrição da equipa sénior, a SAD confirmou que vai recorrer aos meios legais para obter o reconhecimento da legalidade da sua inscrição.

A SAD acusou também Paulo Veiga de exigir “contrapartidas financeiras para si e para o clube”, que considerou “inadmissíveis”, para que o estádio pudesse ser utilizado pela equipa na II Liga. O presidente do clube negou todas as acusações.

Notícias da Gandaia

Jornal da Associação Gandaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest