Dois Milhões Contra COVID

No contexto de uma resposta alargada face às necessidades resultantes da pandemia pela doença COVID-19, a Câmara Municipal de Almada (CMA) efetuou já, à presente data, um investimento que ascende a mais de 2 milhões de euros.

Além dos montantes gastos na aquisição de equipamentos e na contratação de serviços, a CMA fez um considerável investimento em respostas a situações sociais emergentes e de apoio às associações e coletividades almadenses.

Perante o cenário de uma crise económica decorrente de uma crise sanitária, a autarquia tem vindo a fazer uma gestão rigorosa e criteriosa das ações de resposta à pandemia, optando pela aplicação de medidas de continuidade que permitam uma resposta social a curto, médio e longo prazo, criando os mecanismos de apoio necessários para que ninguém fique de fora. Nesse contexto, foram já inúmeras as iniciativas levadas a cabo, das quais damos como exemplos:

– Apoio a mais de 300 famílias, distribuição de mais de 14.600 refeições e 185 cabazes alimentares, para apoio a mais de 660 pessoas, como complemento aos apoios da Segurança Social;

– Apoio financeiro excecional aos agregados familiares, em parceria com as IPSS locais e também em complemento aos apoios da Segurança Social, para pagamento de rendas habitacionais, como forma de minimizar situações de precariedade económica provocadas pela interrupção económica e de prevenção do endividamento das famílias;

– Disponibilização de alojamento, refeições, medicamentos, bens alimentares, higiene pessoal e apoio psicossocial aos munícipes;

– Criação da Linha de Emergência Social (800 10 20 40);

– Contratação de candidatos IEFP (Instituto do Emprego e Formação Profissional) no âmbito do apoio ao reforço de emergência de equipamentos sociais e de saúde;

– Reforço e/ou substituição de pessoal auxiliar no âmbito do plano de apoio financeiro para IPSS (estruturas residenciais);

– Criação e gestão de um Espaço de Acolhimento para as Pessoas em situação de Sem-Abrigo de Almada, no âmbito do Plano de Emergência COVID-19;

– Apoio excecional a Associações e Coletividades, com comparticipação ao nível das despesas com recursos humanos, rendas e consumos correntes, produtos e equipamentos de limpeza e aquisição de serviços;

– Manutenção de todos os contratos, protocolos e apoios, de âmbito cultural, desportivo e familiar, às associações e coletividades almadenses;

– Parceria com o Hospital Garcia de Orta (HGO) para distribuição ao domicílio de medicação da farmácia hospitalar;

– Apoio a centenas de almadenses através do projeto Farmácias Solidárias;

– Acionamento, no Alfeite, de uma resposta preventiva de âmbito distrital, em colaboração com Agrupamento de Centros de Saúde Almada-Seixal (ACES)e o HGO;

-Disponibilização de alojamento para os profissionais de saúde no Caparica Sun Centre, também em parceria com o HGO;

– Lançamento da Unidade Móvel de Saúde, projeto municipal de intervenção comunitária, que presta cuidados de proximidade, de prevenção de doenças e promoção da saúde.

Muitas destas medidas já levadas a cabo enquadram-se no Plano Almada Solidária, a maior iniciativa de apoio social já lançada em Almada, que prevê um investimento de 5 milhões de euros para 2020 e 2021.

A CMA está a acompanhar a evolução da pandemia, atenta às necessidades da população e de todos os agentes económicos, sociais e associativos almadenses. O investimento realizado no combate a esta situação não se esgota na aquisição de equipamentos e serviços, mas estende-se ao apoio próximo e imediato a todos os que dele necessitam.

Notícias da Gandaia

Jornal da Associação Gandaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest