Faleceu Lídio Galinho

Faleceu hoje Líder Galinho (pai), no Hospital Garcia da Orta, pouco depois de completar 73 anos. Faleceu vítima de COVID 19, que se associou a uma doença pulmonar grave preexistente.

Ligado à Arte-Xávega desde sempre, filho de pescadores e pai de pescadores, Lídio Galinho sempre se distinguiu pelas suas posições de defesa da classe, tendo sido relevante na criação das estruturas sindicais atuais e determinante na criação de uma delegação na Costa da Caparica do Sindicato dos Trabalhadores da Pesca do Sul, que acabou por abandonar, determinando assim o seu encerramento.

Posteriormente formou a Associação Ala-Ala Associação de Pesca, Artesanal Local, Costeira e de Apoio Social aos Pescadores, de que foi presidente até à sua morte.

Senhor de grande capacidade oratória, determinante para o seu papel de liderança na classe piscatória, teve um percurso de luta antifascista, tendo inclusivamente sido preso político por associação às Brigadas FP 25.

Além do percurso sindical, Lídio Galinho era um amante da Costa da Caparica e participou em inúmeros projetos, nomeadamente pedagógicos consolidando um património identitário para as gerações vindouras.

Apesar das suas posições frequentemente polémicas, o seu percurso de vida, o seu posicionamento político, as suas memórias e, sobretudo, a sua capacidade de comunicação, tornavam-no um elemento incontornável para a história da pesca, nomeadamente da Arte-Xávega, e de forma geral sobre a Costa da Caparica.

Notícias da Gandaia

Jornal da Associação Gandaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest