PS: Nova Concelhia

São duas as candidaturas que, a 31 de Janeiro, disputam a direcção da concelhia de Almada do Partido Socialista, e ambas querem reeleger Inês de Medeiros.

Com José Ricardo Martins a não se recandidatar, a chefia da Comissão Política Concelhia para os próximos dois anos vai decidir-se entre Ivan Gonçalves, cabeça da lista “A União Faz a Força”, e Courinha Leitão, que encabeça a lista concorrente com o lema “Connosco Almada Pode”. Ambos os candidatos estão de acordo em afirmar o seu apoio à presidente da Câmara de Almada, Inês de Medeiros, e a importância de dar continuidade à governação socialista no concelho, que irá a votos para o ano, desejando ambas as listas “construir um partido dinâmico, coeso e mobilizado” para repetir o êxito das últimas eleições, nas quais a CDU, realçam, foi afastada da presidência.

As diferenças entre as candidaturas passa pela estratégia na direcção do partido localmente, razão que impossibilitou a apresentação de uma lista única. Courinha Leitão, em carta aos militantes, afirma ter-se empenhado para que “existisse uma lista única”, mas Ivan Gonçalves, por sua vez, considerou que, apesar da necessária convergência de objectivos dentro do partido, seria importante um debate de ideias mais alargado. “Ao longo dos últimos anos o PS em Almada tem perdido militantes e militância e por isso temos pela frente o desafio de conseguirmos rejuvenescer o partido. Estas eleições são também um contraste entre o futuro e a tentativa, protagonizada pela outra candidatura [Courinha Leitão], de manter tudo na mesma”, afirma Ivan Gonçalves, que ainda lembra que o seu opositor já liderou a Comissão Política Concelhia e como “essa não foi uma experiência que tenha deixado um legado particularmente marcante, tanto mais que os militantes optaram, à data, por rejeitar a sua continuidade.”

A esta crítica, o candidato da lista “Connosco Almada Pode” responde com o argumento da “experiência política” e a necessária “sensibilidade” para encontrar pontos de convergência entre as várias opiniões no interior do partido, e mesmo para dirigir “o diálogo com a presidente da Câmara”, de quem apoia a recandidatura. “Sou o rosto de uma vasta equipa de militantes deste concelho. Muitos dos que me acompanham desempenharam, e desempenham, funções de responsabilidade e de confiança, quer ao nível da administração central, quer ao nível da nossa Câmara e das nossas Freguesias”, diz Courinha Leitão, que actualmente preside à Assembleia Municipal de Almada. Ao que Ivan Gonçalves, líder da bancada socialista na mesma assembleia, responde recordando a sua experiência como deputado à Assembleia da República e como líder da Juventude Socialista, tanto no núcleo de Almada como na distrital, tendo chegado a secretário-geral daquela estrutura. Na sua campanha, Gonçalves decidiu fazer a apresentação pública alargada da sua estratégia para o partido, tendo afirmado, perante a plateia reunida no Fórum Romeu Correia, que o PS em Almada “tem que ser mais dinâmico, mobilizado, ter estruturas próximas da população, uma grande capacidade de fazer chegar a sua mensagem a todos os almadenses e, ao mesmo tempo, capaz de ser seu interlocutor.”

Ainda sem data marcada realizar-se-á ainda um debate entre os dois candidatos, tendo as candidaturas acordado a sua “disponibilidade para a realização de debates nas secções caso os secretariados assim entenderem.”

Notícias da Gandaia

Jornal da Associação Gandaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Pin It on Pinterest