PS Questiona Governo sobre Centro de Saúde da Trafaria

CentroMa-300x253Os deputados do PS eleitos por Setúbal questionaram o Governo sobre o encerramento do Centro de Saúde da Trafaria, em Almada, referindo que o centro de saúde para onde foram deslocados os utentes se encontra “sobrelotado”.

Em comunicado, os deputados consideram que, em 2013, no âmbito de Reorganização dos Serviços de Saúde, o Centro de Saúde da Trafaria foi “parcialmente desmantelado, esvaziando os inúmeros serviços prestados à população e colocando o Centro a funcionar apenas das 08:00 às 14:00″.

“Deixou de funcionar a consulta de adultos, todos os utentes foram transferidos para o Centro de Saúde da Costa da Caparica, e ficaram apenas a funcionar os serviços de enfermagem para pensos e cuidados de enfermagem primários e o Serviço de Neonatologia para o seguimento de grávidas e crianças”, adianta o documento.

Os deputados socialistas acrescentam que também os utentes de utentes de risco, e que necessitam de cuidados diários, e os cidadãos portadores de deficiência transitaram para a Costa da Caparica e que, a 17 de fevereiro, invocando questões de segurança, nomeadamente um curto-circuito, foram encerradas as instalações da Trafaria.

“A maioria da população abrangida é idosa e tem dificuldades de mobilidade, assim como um nível de rendimentos modesto, o que dificulta a deslocação ao Centro de Saúde da Costa de Caparica, que se encontra sobrelotado com um elevado número de utentes sem médico de família”, salienta.

Os socialistas acrescentam que este facto tem sobrecarregado o Hospital Garcia de Orta e questionam o governo no sentido de saber para quando a reabertura do Centro de Saúde da Trafaria e para quando a reposição dos meios humanos e técnicos que foram retirados.

Leia a notícia original no Zoom Online clicando aqui.

Notícias da Gandaia

Jornal da Associação Gandaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Pin It on Pinterest