Requalificar a Cidade

A Câmara Municipal de Almada, o Fundo Ambiental e a Agência Portuguesa do Ambiente assinaram Protocolo de Colaboração para apoiar o financiamento de requalificação do espaço público na Costa da Caparica.

O Protocolo de Colaboração Técnica e Financeira, assinado na passada quarta-feira, 2 de outubro de 2019, contempla o apoio do Fundo Ambiental (FA) à Câmara Municipal de Almada (CMA), no âmbito da adaptação às alterações climáticas, para concretização da intervenção de requalificação do espaço público da Costa da Caparica. 

O protocolo foi assinado entre o Município de Almada, o Fundo Ambiental e Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e visa apoiar o financiamento destes projetos e obras. 

A concretização da ação de requalificação é definida com o nível de prioridade elevada, no âmbito do Programa de Execução e Plano de Financiamento do Programa da Orla Costeira de Alcobaça-Cabo Espichel, para o qual se estabelece um montante global de investimento de 500 mil euros (100 mil euros em 2019 e 400 mil euros em 2020). 

A importância da colaboração entre diferentes entidades 

O vice-presidente da APA, Pimenta Machado, aproveitou a ocasião para fazer o balanço final da empreitada de alimentação artificial das praias urbanas da Costa da Caparica e de São João da Caparica, salientando «o apoio de todas as entidades envolvidas, mas sobretudo da CMA e da Junta de Freguesia da Costa da Caparica, a este projeto». Pimenta Machado recordou que esta intervenção, «concluída a 23 de setembro, antes do prazo previsto, visa a proteção e defesa da orla costeira, mas também melhorar a qualidade das praias para uso balnear». 

Sobre o protocolo de colaboração, a diretora do FA, Alexandra Carvalho, salientou «a disponibilidade de toda a equipa do Fundo Ambiental para o que for necessário, para resolver as dificuldades, para responder aos desafios que surjam.» 

Para a presidente da CMA, Inês de Medeiros, a empreitada de reposição de areias e a assinatura deste protocolo «são bons exemplos da colaboração que todas as entidades devem ter.» A autarca almadense afirmou ainda que o principal objetivo é «fazer bem as coisas para usufruto das populações e requalificação do território». 

Na cerimónia, realizada no Posto de Turismo, na Costa da Caparica, estiveram também presentes a vereadora na CMA, Teodolinda Silveira e o presidente da Junta de Freguesia da Costa da Caparica, José Ricardo Martins.

Notícias da Gandaia

Jornal da Associação Gandaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest