Saúde Mental

A Câmara Municipal de Almada assinalou a 7 de abril, o Dia Mundial da Saúde com a apresentação e assinatura da «Carta Compromisso de Saúde Mental do Município de Almada».

Além da criação de um observatório de saúde mental de Almada, o Município compromete-se a criar uma plataforma que promova a articulação com os serviços de saúde e as diversas estruturas comunitárias, a contribuir para o desenvolvimento do Hospital de Dia de Psiquiatria (CIRA – Centro Integrado Reabilitativo de Almada) em conjunto com o Hospital Garcia de Orta (HGO), e a desenvolver programas de promoção da saúde mental nas escolas do concelho.

«A Carta Compromisso de Saúde Mental é um marco para Almada», salientou Paula Domingos, representante do Programa Nacional para a Saúde Mental da Direção Geral da Saúde.

O município de Almada tem vindo a fazer um considerável investimento na área da saúde mental, tendo constituído, em dezembro de 2020, um grupo de trabalho municipal na área da saúde mental integrado pelas seguintes instituições:

§  Agrupamento de Centros de Saúde Almada-Seixal

§  Associação Vale D’Acor

§  Câmara Municipal de Almada

§  Centro de Resposta Integradas – Equipa Técnica Especializada de Tratamento de Almada

§  Cooperativa de Ensino Superior Egas Moniz

§  FMH – Faculdade de Motricidade Humana

§  GIRA – Grupo de Intervenção e Reabilitação Ativa

§  Hospital Garcia de Orta

§  ISJD – Instituto São João de Deus / Casa de Saúde do Telhal

§  ISS – Instituto da Segurança Social

§  NPISAA – Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo no Concelho de Almada

Com os contributos destes parceiros, foi elaborada a «Carta Compromisso para o desenvolvimento da Saúde Mental no Município de Almada», assinada hoje, Dia Mundial da Saúde, reforçando o propósito de construir um município mais justo e saudável para todos.

«A inauguração de uma Residência de Suporte à Autonomia (pelo GIRA – Grupo de Intervenção e Reabilitação Ativa) e do Hospital de Dia, equipamentos totalmente novos, a parceria com o Instituto São João de Deus para a formação e reinserção no mercado de trabalho, significa que estamos a lançar as bases para uma melhor qualidade de vida em Almada», evidenciou a presidente da Câmara Municipal de Almada (CMA), Inês de Medeiros

Nesta ocasião foi também assinado o contrato de comodato entre a CMA e o HGO para a cedência das Lojas do Miradouro de Alfazina, para a instalação do Hospital de Dia (HD) de Psiquiatria na Comunidade

«O atual contexto de pandemia veio sublinhar a importância dos cuidados de saúde no seu todo, e em concreto na saúde mental. Ao longo dos últimos dois anos tem sido prioridade do HGO melhorar e promover os acessos da população a todos os cuidados de saúde de que necessitam. É por isso com grande satisfação que o hospital integra este projeto, na certeza de que irá contribuir para continuarmos na prossecução dos melhores cuidados de saúde aos nossos utentes”, afirmou Luís Amaro, presidente do Conselho de Administração do HGO.

«O Hospital de Dia (HD) de Psiquiatria na Comunidade é um projeto há muito ambicionado (…). Graças a esta nova colaboração com a Câmara Municipal de Almada, vai ser possível tornar real. O HD é um internamento parcial, alternativo ao internamento hospitalar completo, que pretende, num ambiente estruturado, prestar cuidados de saúde mental (intervenção em crise, psicoterapêuticos e reabilitativos). Este tipo de modelo interventivo tem como um dos seus mais importantes desideratos a preservação da identidade da pessoa, mantendo a sua integração familiar, social e cultural», referiu Isabel Ribeiro da Costa, diretora do Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental do HGO.

Notícias da Gandaia

Jornal da Associação Gandaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest