Anos a Virar o Mesmo Frango

By  | 7 Novembro, 2017 | 0 Comments | Filed under: António Zuzarte, OPINIÃO

MUITOS ANOS A VIRAR O MESMO FRANGO

Foi há já vinte anos que iniciei a minha colaboração escrita em várias revistas e jornais, assim como trabalhos científicos sobre Entomologia, estes desde 1978.

Desde a revista “Teres e Haveres” e do Boletim da ACRA, passando depois para o “Novo Burladero”, “Almanaque Alentejano”, “Touradas”, Jornal “O Sorraia”, “Noticias de Arronches”, e ultimamente também no jornal digital “Noticias da Gandaia”. Dois livros publicados, um de prosa, “Monforte Vila Taurina” e outro de poesia, “O Outono Agora”, e participação em duas colectâneas de poesia editadas pela Associação Cultural Gandaia. Além destes livros participei, com pequenos textos, em livros sobre João Branco Núncio, José Maria Cortes e João Nunes Patinhas. Não é uma grande produção literária mas, para quem até 1997, nunca tinha escrito para o grande público, só o fazendo após ter terminado a minha actividade profissional, já são “Muitos anos a virar o mesmo frango”, mas há sempre uma satisfação que me acompanha quando termino mais um trabalho… e assim continuarei, enquanto a saúde e a inspiração não me faltarem.

Nesta Costa da Caparica, onde agora estou mais radicado, vou sonhando e, embalado pelo mar, vou escrevendo e lendo. Dessas leituras recordo o que escreveu Claude Roy em “Léone e os Outros”: « aquela maneira que o mar tem, nas praias, de repetir indefinidamente o seu murmúrio, avançando, recuando, repetindo sobre a areia a sua canção sem palavras».

Obrigado aos meus leitores que me dão ânimo para continuar a “virar o mesmo frango”.

António José Zuzarte, Costa da Caparica, 26 de Outubro de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


AGENDA

Loading...

Pin It on Pinterest