Drogaria Amaral

A Drogaria Amaral está mesmo para trespasse.

Uma das casas comerciais mais antigas da Costa da Caparica, e decerto das mais típicas, corre o risco de acabar, pelo menos com estas características.

Curiosamente, há bastante tempo que havia um pequeno cartaz, bem visível na sua montra, que afirmava, peremptório: TRESPASSA-SE.

No entanto, a verdade é que existem poucas coisas no mundo que não estejam na montra da Drogaria Amaral. Aquele cartaz podia muito bem significar que a Drogaria Amaral vendia cartazes de trespasse.

Entre as duas versões, dou agora conta, escolhi com o coração. A Drogaria Amaral não se vende, não é categoria transacionável, pensava eu. O que se passa é que ele também vende aqueles cartazes de trespasse. E sosseguei.

Toda a Costa se habituou a ir ao Amaral só por via das dúvidas. Já foste ao Amaral? Sementes de morangueiro, molas da roupa, figuras de presépio – das antigas, feitas por oleiros apressados – escadotes, mangas de plástico ou cimentos… o mundo inteiro.

Além do mais, a Drogaria Amaral tem aquele ambiente de oráculo, de comunicação com o nosso eu mais profundo. Na verdade, faz parte da mística deste tipo raríssimo de lojas levarem-nos a descobrir as coisas de que estamos mesmo a precisar, apesar de não o sabermos ainda.

Quantas vezes não apanhei estrangeiros olhando lenta e demoradamente em redor, queixo caído, atordoados com o bazar, ébrios pelo salto no tempo.

Assim a frio, esta semana apareceu o anúncio na CustoJusto (clique aqui para ver) e dissipou as dúvidas.

É um estalo: a Drogaria Amaral, um dia destes, vai mesmo seguir viagem para uma nova vida…

A famosa loja que tinha tudo, será uma outra coisa qualquer e dela restará apenas a memória… A Drogaria Amaral e todos nós um dia…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest