António Zuzarte

Coluna da responsabilidade do nosso amigo António Zuzarte

Três Poemas Junto ao Mar…

0
26 Dezembro, 2014

Minha raiz de pensamento… Ondas brancas, livres / Avançando pela areia, / Milhões de grãos / Que juntos / Em liberdade / Querem permanecer… / Praia deste lugar, / Deste mar português / Que eu sempre / Quero continuar a amar… / Sem peias, / Sem barreiras de silêncio, / Com gritos de Liberdade / […]


Gatos…e Gatas

0
8 Dezembro, 2014

Uma foto levou-me a escrever esta pequena crónica. Quando passeava, numa tarde deste Janeiro passado, despertou-me a atenção este conjunto de gatos e gatas, sei lá, que estavam dormitando numa vivenda abandonada da Costa da Caparica. Retirei a pequena máquina fotográfica que trazia à cintura, e que sempre me acompanha, e preparei-me para a foto… […]


No Outono da minha vida

0
10 Novembro, 2014

No Outono da minha vida…   Eu sou o elo, sou a gavinha Sou a planta trepadeira Que sobe pelo teu corpo Que enlaça o teu vestido Vestido de cor vermelha… No Outono da minha vida Eu sou o pouco que resta E quero subir a teu lado Para não morrer ainda…   António José […]


Caparica 1964, a Primeira Vez

0
30 Outubro, 2014

Comemorei, neste Agosto passado, meio século… Foi a primeira vez que, descendo a estrada estreita, que serpenteia pelas encostas da arriba fóssil, atingi a Costa da Caparica. Era a estrada antiga para chegar a estas paragens vindo do ardente Alentejo. A convite de amigos de Évora, que tinham as suas casas nesta praia, para mim […]


O Lírio Branco das Dunas…

0
6 Outubro, 2014

« A minha esperança mora/No vento e nas sereias – /É o azul fantástico da aurora/E o lírio das areias».                 Sophia. « Seria um lírio pálido de cal,/uma pomba atada ao meu coração,/o guarda que na noite do meu trânsito/de todo vetaria o acesso à lua.»           Lorca. Todos os anos os observo nas dunas das […]


Natureza renovada…

0
22 Setembro, 2014

O cardo-marítimo (Erygium maritimum L.) com as suas flores azul-vivo, minúsculas mas reunidas em capítulos, as folhas de cor verde-água ou cinzento-azulado, cobertas pelos seus espinhos aguçados, lá continuam a povoar as brancas dunas. Os insectos procuram nas suas flores o polén para se alimentarem. Há Vida nestas areias. Mesmo com a presença do Homem, […]


Poema para Sophia

0
9 Julho, 2014

Poema dedicado a Sophia de Mello Breyner Andresen:   Sophia…   Sophia, nome de mulher e de mar Mar que te fez viver e lutar Sophia que usaste as palavras Que se tornaram poesia… Nome maior que não foi esquecido E irás hoje repousar Levada pelas ondas Ondas deste mar português Para ficares entre os […]


CALENDÁRIO DO

AGENDA

Loading...

Subscreva aqui o Boletim do Notícias da Gandaia

Receba semanalmente no seu email um resumo das novas notícias publicadas no nosso jornal. Basta inserir o seu

Pin It on Pinterest