C. de Saúde da Trafaria na AR

O Grupo Parlamentar do Partido Comunista Português questionou o Governo sobre o encerramento do Centro de Saúde da Trafaria por alegados problemas de curto-circuito e quis saber que medidas iria tomar para reabrir o centro de saúde o mais rapidamente possível.

Em resposta, a 28 de abril, o Governo assume que “a UCSP da Trafaria sofreu inundações que danificaram o quadro elétrico da unidade, tendo levado ao encerramento temporário da mesma. A Direção do ACES já procedeu ao levantamento da situação e encontra-se conjuntamente com a ARSLVT a resolver a situação, que se espera esteja ultrapassada brevemente”.

No entanto, os deputados comunistas ficaram sem conhecer concretamente quais as medidas e a data previsível para a intervenção que possibilite a reabertura do centro de saúde, porque não há uma previsão para a sua reabertura. Consideram também que esta situação só traz mais inquietações quanto ao futuro do Centro de Saúde da Trafaria e esperam que o encerramento temporário não se torne definitivo.

Os deputados do PCP, Paula Santos, Francisco Lopes e Bruno Dias quiseram saber que medidas concretas estão a ser tomadas pela ARS LVT conjuntamente com o Aces Almada/Seixal e para quando está prevista a reabertura do Centro de Saúde da Trafaria.

Notícias da Gandaia

Jornal da Associação Gandaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest