Poema Para Ana

black-woman

O poema que li

chegou ao teu coração

e os teus olhos meigos

ficaram húmidos

húmidos de lágrimas salgadas,

de uma imensa saudade…

Como há anos atrás,

quando o escrevi

e depois o li,

áquela Deusa Negra

Senhora da minha inspiração…

as lágrimas correram,

correram pela cara

daquela cara feliz

a quem nunca,

ninguém,

tinha feito um poema assim…

Guardou-o junto ao coração,

não tinha de andar de mão em mão,

era só dela

para o resto da sua vida,

nas suas noites de amor louco…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Pin It on Pinterest