Desemprego em Almada sobe em Abril

A pandemia de covid-19 e confinamento fizeram disparar o número de desempregados em Almada, onde, apenas no último mês, 931 pessoas perderam o emprego no concelho.

Em Abril registaram-se mais 931 pessoas nos centros de emprego em Almada, elevando o número de desempregados no concelho para um total de 6202. De acordo com os dados divulgados na quarta-feira, dia 20, pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), trata-se de um aumento de 17,6 por cento face a Março, mês que já tinha visto o desemprego subir em 550 pessoas. Comparando estes números com os de Fevereiro, antes da pandemia de covid-19 ter obrigado ao confinamento, o agravamento acumulado no desemprego em Almada é de 31,3 por cento, o que corresponde a mais 1481 inscritos.

O aumento no concelho supera também o crescimento registado a nível nacional em igual período, que foi de 24,3 por cento. Entre Fevereiro e Abril, o país viu o número de pessoas afastadas do mercado de trabalho aumentar em 76 761 pessoas, totalizando 392 323 indivíduos. Tal como acontece no resto do país, também em Almada as mulheres são o sector mais atingido pela situação de desemprego que, no mês passado, afectava 3458 mulheres e 2744 homens.

Notícias da Gandaia

Jornal da Associação Gandaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest